Exame de consciência para uma boa Confissão (Lista dos pecados)

Jesus, conhecendo a nossa fraqueza e sabendo que poderíamos cair, instituiu o Sacramento da Confissão para nos perdoar os pecados. Foi Jesus quem deu aos padres o poder de perdoar os nossos pecados; Jesus disse: “Os pecados a quem perdoardes serão perdoados”. (Isso está no Evangelho de São João, capítulo 20, versículos 19 a 23).

Só a confissão bem feita é que perdoa os pecados. Para a confissão ser bem feita, é preciso:

* EXAMINAR a consciência para descobrir os meus pecados.

* ARREPENDIMENTO sincero para eu ter dor por ter ofendido a Deus (Lc 18, 13; Mt 26, 75; Lc 15, 21).

* PROPÓSITO de emenda ou vontade séria de não querer pecar mais.

* CONFISSÃO para eu contar meus pecados ao padre.

* SATISFAÇÃO para eu rezar aquilo que o padre mandar.

PECADO ESQUECIDO na confissão fica perdoado, se eu fiz bem o exame de consciência.

PECADO ESCONDIDO na confissão não fica perdoado e eu não posso comungar e tenho de fazer outra confissão.

“Se dissermos que não temos pecado, enganamo nos a nós mesmos e a verdade não está em nós. Se confessarmos nossos pecados, Deus é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda a culpa”. (1ª carta de S. João cap. 1, 8 9)

EXAMINANDO NOSSA CONSCIÊNCIA

1. Perdi a fé em Deus?
2. Tive vergonha de praticar minha religião?
3. Deixei de estudar a Religião?
4. Deixei de rezar de manhã, de noite?
5. Fui ao espiritismo, à macumba?
6. Acreditei em horóscopo, em superstições?
7. Falei o NOME DE DEUS sem respeito?
8. Jurei por Deus, jurei falso?
9. Blasfemei ou disse palavras injuriosas contra Deus?
10. Fiz promessa e depois não quis cumprir?
11. Faltei à S. Missa aos domingos?
12. Na S. Missa fiquei fora da Igreja?
13. Fui à S. Missa só para agradar aos outros?
14. Fui à S. Missa com roupas indecentes?
15. Por minha culpa, cheguei tarde à S. Missa?
16. Por minha culpa, rezei mal. Conversei na Igreja?
17. Não fiz a Páscoa?   (confissão e comunhão)
18. Sem necessidade, trabalhei aos domingos?
19. Desobedeci, fui malcriado, xinguei meus pais?
20. Com meu mau comportamento, entristeci meus pais?
21. Roguei pragas nos outros?
22. Briguei sério com os outros?
23. Guardei raiva, pensei em vingança?
24. Xinguei os outros com palavras pesadas?
25. Bati gravemente nos outros?
26. Desejei um grande mal aos outros?
27. Fui culpado do pecado dos outros?
28. Convidei os outros para pecar?
29. Maltratei os animais?
30. Desejei ou tentei o suicídio?
31. Fui guloso, bebi demais, e fiquei embriagado?
32. Usei drogas?
33. Olhei e pensei em coisas indecentes, por querer?
34. Conversei e li coisas indecentes?
35. Desejei fazer coisas indecentes?
36. Fiz atos indecentes no meu corpo?
37. Fiz atos indecentes com os outros (pessoas solteiras, casadas)?
38. Usei roupas indecentes?
39. Assisti a filmes e novelas indecentes?
40. Tomei parte em divertimentos que são ocasião de pecado?
41. Namorei ou “fiquei” por sensualidade e sem querer compromisso?
42. Namorei pessoas casadas, divorciadas?
43. Cometi pecados no matrimônio?44. Evitei filhos por meios proibidos pela Igreja (remédios, operações, etc.)?
45. Fiz aborto?
46. Aconselhei e ajudei alguém a abortar?
47. Roubei coisa de valor e ainda não restituí?
48. Comprei coisa roubada e ainda não entreguei ao dono?
49. Dei prejuízo grande aos outros e ainda não paguei?
50. Comprei e não paguei, pedi emprestado e não devolvi?
51. Gastei dinheiro à toa, fui ganancioso?
52. Cumpri minhas obrigações?
53. Dei prejuízo ao patrão, à firma?
54. Paguei o justo salário?
55. Por querer, abandonei os estudos ou o emprego?
56. Pensei mal dos outros, falei mal dos outros?
57. Falei mentiras, fiz fofocas, fiz intrigas?
58. Caluniei os outros em coisa grave?
59. Fiz confissão mal feita e não a refiz?
60. Por querer, comunguei com pecado grave?
61. Pequei, dizendo antes de pecar: “depois me vou confessar”?

PERGUNTAS IMPORTANTES SOBRE OS DEVERES DE ESTADO

Para os pais:

1. Tendes tido bastante cuidado do bem estar corporal de vossos filhos? Desde o princípio de sua existência?

2. Tende os educado para a virtude? Ensinaste os a rezar? Tende os mandado à Missa aos domingos e dias santos?

3. Tendes deixado os filhos por muito tempo sem batismo?

4. Tendes permitido que eles fossem educados fora da religião católica?

5. Tendes falado ou permitido que se falasse mal e sem respeito, na presença de vossos filhos, de professores, superiores, sacerdotes?

6. Tendes lhes dado mau exemplo, deixando de cumprir as vossas obrigações religiosas, abusando do santo nome de Deus, falando imprudentemente de coisas lúbricas, ou entregando vos à ira ou a outros vícios?

7. Tendes deixado de castigá los quando era vosso dever? Tendes castigado injusta e imoderadamente?

8. Tendes afastado de vossos filhos os perigos de sedução? Tendes lhes permitido más ou duvidosas companhias? Tendes velado sobre eles — e sobre os criados — tanto dentro como fora da casa?

9. Mãe de família, não tendes faltado à modéstia, vestindo os vossos filhos?

10. Pais, tendes vós mesmos sido os sedutores de vossos filhos?

11. Tendes lhes desejado mal? Tendes lhes nutrido ódio? Tendes lhes tratado com parcialidade? Tendes sido violentos ou irascíveis para com eles? Tende os maltratado com palavras e ações?

12. Obrigaste os a abraçar um estado para o qual não tinham nenhuma vocação, nenhuma aptidão? Tendes impedido sem motivo, ou por capricho, de seguirem sua vocação?

Para esposos:

1. Tendes provocado descontentamento e disputas na família? Tendes tido desavenças por muito tempo? Tendes ofendido a outra parte com injúrias, murmurações, irascibilidade ou maus tratos?

2. Tendes provocado seu ciúme pela leviandade de vossa conduta? Tendes feito juízo temerário da outra parte, ofendendo a com ciúmes sem fundamento?

3. Marido, tendes causado grandes aflições e cuidados a vossa mulher por um procedimento irregular (embriaguez, jogo, divertimento etc.)? Tendes dissipado os bens da família ou os de vossa esposa? Tendes faltado contra a caridade para com a vossa esposa, deixando lhe faltar o necessário para seu sustento, na doença?

4. Esposa, tendes obedecido ao marido em tudo o que é lícito? Não tendes prejudicado a fortuna por um luxo demasiado? Não tendes perturbado a paz com exigências desmedidas?

5. Não tendes pecado contra a fidelidade jurada à outra parte? Por desejos relativamente a outras pessoas? Por conversas ou de outra maneira? Quantas vezes?

6. Tendes exercido pressão sobre a consciência da outra parte por uma paixão demasiada? Deixastes à outra parte a liberdade de cumprir os seus deveres religiosos? Tendes abusado do vosso estado matrimonial para pecar gravemente? Depois do EXAME, eu rezo assim: Meu Deus, eu me reconheço pecador e venho pedir perdão de meus pecados. Imploro vossa Misericórdia e vossa Graça para fazer uma boa confissão. Enviai me o Espírito Santo para conhecer os meus pecados, a sua gravidade, as suas causas e os meios de os evitar. Amém.

Depois do Exame

* Devo procurar um sacerdote.

* Ele vai me dar a absolvição, pela qual Nosso Senhor irá me perdoar.

* E eu vou recobrar a paz de consciência, o estado de graça – caso tenha cometido um pecado grave – e vou ficar bem com Deus. Vou mudar de vida: vou rezar todos os dias; participar da Missa aos domingos; me confessar frequentemente; e evitar as ocasiões de pecado. Eu não quero me condenar eternamente. Quero salvar a minha alma e ir para o Céu.

ATO DE CONTRIÇÃO APÓS A CONFISSÃO

Senhor meu Jesus Cristo, Deus e Homem verdadeiro, Criador e Redentor meu, por serdes Vós quem sois, sumamente bom e digno de ser amado sobre todas as coisas, e porque Vos amo e estimo, pesa me, Senhor, por Vos ter ofendido; pesa me também por ter perdido o Céu e merecido o inferno. Mas proponho firmemente, com o auxílio de vossa divina graça, e pela poderosa intercessão de vossa Mãe Santíssima, emendar me e nunca mais Vos tornar a ofender. Espero alcançar o perdão de minhas culpas, por vossa infinita misericórdia. Amém.

Veja também: O Anjo que apagava os pecados

Veja também: A lista dos pecados – Seriedade do segredo de Confissão

 Veja também: Outro Exame de Consciência

3 comentários em “Exame de consciência para uma boa Confissão (Lista dos pecados)

  • 10 de julho de 2014 em 11:15
    Permalink

    Parabéns por este tão belo e tão urgente apostolado. A glória de Deus e a salvação das almas é o que mais cabe nos tempos atuais. Que a Santíssima Virgem abençoe a todos do Fidelium Animae

    Resposta
  • 8 de Março de 2016 em 11:24
    Permalink

    Obrigada por ter me ajudado com esse exame de consciência! Eu não conhecia este trabalho. Que Deus os abençoe e que continuem a ajudar muita gente.

    Resposta
  • 11 de Março de 2016 em 10:17
    Permalink

    É demais. Esta orientação é das mais importantes e a igreja precisava criar uma catequese para auxiliar os devotos para este ato tão essencial na vida cristã. Tenho a coragem de dizer que de 70 a 80% dos católicos não conhecem e nem sabem da importância deste sacramento. Abraços.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: