Manuscrito do Purgatório – Continuação Post 19

photo credit: Iglesia en Valladolid via photopin cc
photo credit: Iglesia en Valladolid via photopin cc

— Que distância há entre a terra que habitamos e o purgatório?

Resposta: — O purgatório está no centro do globo. A terra mesma não é um purgatório? Entre as pessoas que nela moram, umas aí fazem o seu purgatório inteiramente pela penitência voluntária ou aceita. Estas, depois da morte, vão diretamente para o céu. Outras, começam o purgatório na terra, porque a terra é um lugar de sofrimento, mas estas almas como não têm bastante generosidade, vão acabar o seu purgatório da terra no purgatório real.

— As mortes repentinas são uma justiça ou uma misericórdia de Deus?

Resposta: — Estas espécies de mortes às vezes são justiça e outras misericórdia de Deus. Quando uma alma tem o temor de Deus e Deus sabe que ela está preparada para comparecer diante d’Ele, para lhe poupar os horrores da angústia que poderia ter nos últimos momentos, Deus a retira deste mundo com uma morte repentina.

Às vezes também Deus toma estas almas por justiça. Não ficam de todo perdidas, mas sem os últimos sacramentos, ou recebendo-os às pressas, sem estarem preparadas para a última viagem, seu purgatório é bem mais doloroso e se prolonga muito.

Outros encheram a medida de seus crimes, abafaram a voz de todas as graças divinas e Deus as tira da terra a fim de que não excitem mais a vingança divina.

— O fogo do purgatório é um fogo como o da terra?

Resposta: — Sim, com esta diferença: o fogo do purgatório é uma purificação da justiça divina e o da terra é bem “doce” comparado com o do purgatório. É uma sombra junto dos grandes braseiros da divina justiça.

– Como uma alma pode se queimar?

Resposta: — Por uma justa permissão de Deus. A alma foi verdadeira culpada, pois o corpo nada mais fez que obedecê-la (que malícia, ter um corpo morto?); a alma sofre como se ela tivesse corpo para sofrer.

— Dizei-me o que se passa na agonia e depois? A alma encontra a luz nas trevas? Sob que forma se pronuncia a sentença?

Resposta: — Eu não tive agonia, como bem sabeis, mas eu posso vos dizer que no último momento decisivo, o demônio emprega toda a sua raiva em torno dos agonizantes. Deus, para dar mais mérito às almas, permite que elas sofram as últimas provas nestes últimos combates, sobretudo as almas fortes e generosas, a fim de que tenham um lugar mais belo no céu. Muitas vezes, no fim da vida, naqueles transes da morte, naquelas lutas terríveis contra o anjo das trevas (fostes testemunha disto…), saem elas vitoriosas. Deus não permite que uma alma que lhe foi dedicada na vida, pereça nestes últimos momentos.

As pessoas que amaram a Santíssima Virgem e a invocaram toda a vida, recebem dela muitas graças nas últimas lutas. Acontece o mesmo para as que foram devotas de São José e de São Miguel, ou de algum santo. Nesta hora, então, é que a gente é muito feliz de ter um intercessor junto de Deus neste momento penoso! Há almas que morrem tranquilas, sem nada experimentarem do que acabo de vos dizer. Deus tem seus desígnios em tudo. Faz ou permite tudo para o bem particular de cada um.

Como hei de vos descrever o que se passa depois da agonia? Não é possível compreender o que se passa então. Vou procurar explicar da melhor maneira que puder.

A alma, ao deixar o corpo, se encontra toda tomada, toda investida, se assim posso me exprimir, de Deus. Ela se encontra numa tal claridade, que num instante percebe toda a sua vida e o que ela mereceu. É em meio desta visão clara que se pronuncia sua sentença. Se é uma alma culpada, e por conseguinte merece o purgatório como eu, ela fica de tal maneira esmagada sob o peso das suas faltas que ficam para apagar, que ela por si mesma se atira no purgatório. A alma vê o bom Deus, mas está aniquilada na sua presença. É só então que a gente compreende o bom Deus, o seu grande amor pelas almas, e que desgraça é o pecado aos olhos da Majestade Divina! Eu vi também meu Anjo da Guarda.

Para vos dar a entender como é que São Miguel leva as almas ao purgatório, porque uma alma não se leva, eu vos digo que é neste sentido que ele está presente na execução da sentença.

Tudo quanto se passa no outro mundo é um mistério para o vosso!

— E quando uma alma vai direto para o céu?

Para esta alma a união começada com Jesus na terra, continua no céu, na morte, eis o céu, mas a união do céu é muito mais intima que a da terra.

Tendes muita razão de não gostar dos êxtases. É preciso aceitá-los quando Deus os envia, mas Ele não quer que a gente os deseje. Não são estas coisas que levam ao céu. Uma vida mortificada, e humilde, é muito mais para se desejar e é muito mais segura. É verdade que diversos santos tiveram revelações de Deus, que lhes dava isto depois de longos combates, e de uma vida de renúncia, ou ainda porque queria se servir deles para grandes coisas, tendo em vista a sua maior glória. Todavia, tudo isto se fez sem ruído, sem brilho, no silêncio da oração e quando eram descobertos, ficavam envergonhados e não falavam disto senão por obediência. Pelo que me dizeis, podeis ficar tranquila.

Eis como se pode conhecer quando uma graça vem de Deus.

Estas graças vêm como uma onda que vos surpreende num belo dia, como urna chuva em pleno dia claro, que se despeja sobre a alma, quando o céu parece mais sereno. Não se deve temer então haver procurado isto, pois nem se pensou nisto às vezes. Haveis de ter observado isto diversas vezes.

É muito diferente isto das graças que julgam serem dadas por Jesus, e, pelo contrário, não são mais do que trabalho da imaginação que as produziu. Estas devem ser temidas porque o demônio se aproveita, de um cérebro fraco, de um temperamento mole e de um juízo pouco equilibrado, e ilude estas pobres almas que entretanto não pecam, contanto que se submetam às pessoas que as dirigem. E posso vos dizer que há muitas destas neste mundo de hoje… O demônio procede assim para lançar a religião ao ridículo.

Poucas pessoas amam a Deus como Ele quer. Elas se procuram a si mesmas, julgando procurar a Deus, e sonham com uma santidade que não é verdadeira.

Comentar!

Veja também: Manuscrito do Purgatório – Continuação Post 18

Deixe uma resposta

CAMPANHA PELAS ALMAS DO PURGATÓRIO!!!

LIVRO IMPRESSIONANTE SOBRE O PURGATÓRIO ACABA DE SER

TRADUZIDO PARA O PORTUGUÊS

 

Na compra do livro, você estará colaborando com a
oferta de Mil Missas pelas Santa Almas! Saiba mais!

 

CAMPANHA PELAS ALMAS DO PURGATÓRIO!!!

LIVRO IMPRESSIONANTE SOBRE O PURGATÓRIO ACABA DE SER

TRADUZIDO PARA O PORTUGUÊS

Na compra do livro, você estará colaborando com a
oferta de Mil Missas pelas Santa Almas! Saiba mais!

 

%d blogueiros gostam disto: