Rezar pelas Almas

Livro “A Oração” de Santo Afonso de Ligório

17. A obrigação que temos de rezar pelas almas do purgatório (I)

Seja-me permitido fazer aqui uma digressão em favor das almas do purgatório. Se quisemos o socorro de suas orações, é justo que cuidemos também de socorrê-las com nossas orações e boas obras. Disse que é justo, mas deve-se dizer ainda que é um dever cristão. Pois manda a caridade que socorramos o próximo em suas necessidades, mormente quando podemos fazê-lo sem incômodo de nossa parte. Ora, é certo que, entre aqueles que caem debaixo da palavra “próximo”, devem-se compreender as benditas almas do purgatório. Elas, apesar de não estarem mais nesta vida, nem por isso deixam de pertencer à comunhão dos santos. “As almas dos fiéis defuntos, diz Santo Agostinho, não estão separadas da Igreja”.

E mais claramente declara São Tomás a este respeito, dizendo que “a caridade é o vínculo que une os membros da Igreja entre si e não se limita tão somente aos vivos, mas também aos mortos, que partiram deste mundo na graça de Deus”. Portanto, devemos socorrer, quanto possível, aquelas santas almas como a nosso próximo e, sendo a sua necessidade maior, maior também consequentemente deve ser a nossa obrigação de socorrê-las.

18. Os sofrimentos das almas do purgatório

Em que necessidade se acham estas santas prisioneiras! Certo é que seu sofrimento é imenso. “O fogo que as tortura, diz Santo Agostinho, é mais grave do que qualquer sofrimento que possa atormentar o homem nesta vida”. O mesmo diz São Tomás, acrescentando ser aquele fogo semelhante ao do inferno: “pelo mesmo fogo é atormentado o condenado, e purificado o escolhido”. Isto quanto ao sofrimento dos sentidos. Mas muito maior é o sofrimento que causa a estas santas esposas a privação da visão de Deus.

Aquelas almas, não só por natureza, mas ainda pelo amor sobrenatural em que ardem para com Deus, com tal ímpeto são impelidas para se unirem ao sumo Bem que, vendo-se impedidas por motivo de suas culpas, sofrem dor tão acerba que, se lhes fosse possível a morte, morreriam a cada momento. Pois, segundo diz São João Crisóstomo, esta privação da visão de Deus as atormenta muito mais do que o sofrimento dos sentidos: “Mil fogos do inferno juntos não causariam tanta dor, como esta do dano!” Por isso aquelas santas almas prefeririam sofrer qualquer outro castigo do que serem destituídas, um só momento, da suspirada união com Deus. Diz, por isso, o Doutor Angélico que “o sofrimento do purgatório excede todas as dores que podemos sofrer nesta vida”. Refere Dionísio Cartusiano que certo defunto, ressuscitado por intercessão de São Jerônimo, disse a São Cirilo de Jerusalém que todos os tormentos desta terra são gozos e delícias em comparação com o menor sofrimento do purgatório: “Todos os tormentos desta vida, se comparados à menor pena do purgatório, seriam verdadeiros gozos”. E acrescenta que, se alguém tivesse experimentado aqueles sofrimentos, mais prontamente quereria sofrer todas as dores que sofreram ou sofrerão os homens neste mundo até o dia do juízo, do que sofrer, por um só dia, o menor sofrimento do purgatório. Por isso escreveu São Cirilo que aqueles sofrimentos, quanto à aspereza, são os mesmos do inferno, apenas diferem porque não são eternos.

19. As almas do purgatório sofrem horrivelmente e não podem socorrer-se a si mesmas

São, pois, muito grandes as penas daquelas almas e, por outro lado elas não podem ajudar-se, segundo Jó “estão presas e ligadas pelos laços da pobreza” (Jó 36, 8). Já estão destinadas ao Reino aquelas santas rainhas, mas dele não podem tomar posse, enquanto não chegar o fim de sua expiação. Portanto, não podem ajudar-se a si próprias, (ao menos suficientemente, se quisermos crer nos teólogos que admitem que aquelas almas, com suas orações, também possam impetrar para si algum alívio), para livrar-se daquelas prisões, em que estão detidas, enquanto não tiverem satisfeito inteiramente à justiça divina. Elas não podem quebrar essas cadeias, enquanto não estiverem satisfeito à justiça divina em todo o seu rigor. Foi o que disse, falando do purgatório, um monge cisterciense, aparecendo ao sacristão do seu convento: “Ajudai-me, pediu ele, com vossas orações, porque por mim nada posso obter!” Isto concorda com o que diz São Boaventura: “A pobreza impede o pagamento das dívidas”. Quer dizer que as almas do purgatório são tão pobres que não podem satisfazer por si próprias à justiça divina.

20. A obrigação que temos de rezar pelas almas do purgatório (II)

É certo, entretanto, e até de fé, que nós, com os nossos sufrágios e, principalmente com as orações recomendadas pela Igreja, bem podemos auxiliar aquelas santas almas. Não sei como poderá se isentar de culpa, quem deixa de oferecer-lhes qualquer auxílio, ao menos algumas orações.

21. Motivos que temos para rezar pelas almas do purgatório

Senão nos mover a obrigação que temos, mova-nos, ao menos, a alegria que causamos a Nosso Senhor Jesus Cristo, quando nos aplicamos em libertar aquelas suas esposas diletas, para se unirem com Ele no paraíso. Movam-nos, enfim, os grandes merecimentos, que podemos obter praticando este grande ato de caridade para com aquelas santas almas. Elas são gratíssimas e bem conhecem o grande benefício que lhes fazemos, aliviando-as daquelas penas e obtendo, por meio de nossas orações, que mais depressa possam entrar na glória. Lá chegando, não deixarão de rezar por nós.

Se o Senhor promete ser misericordioso para com os que praticam misericórdia: “Bem-aventurados os misericordiosos porque alcançarão misericórdia” (Mt 5, 7), com muita razão pode esperar a salvação quem procura socorrer as almas do purgatório, tão aflitas e tão caras a Deus. Jônatas, depois de ter salvado os hebreus pela vitória sobre seus inimigos, foi condenado à morte por seu pai, Saul, por haver provado o mel contra a sua ordem. Mas o povo apresentou-se ao rei e disse: “Como há de morrer Jônatas, o salvador de Israel?” (1 Sn 14, 45). Ora, assim devemos também esperar que, se algum de nós obtiver, com nossas orações, a salvação de uma alma do purgatório e a sua entrada no céu, essa alma dirá a Deus: “Senhor, não permitais se perca quem me livrou das chamas do purgatório”. E, se Saul concedeu a Jônatas a vida, a pedido do povo, Deus não negará a salvação àquele por quem intercede uma alma do purgatório.

Além disso, diz Santo Agostinho, quem nesta vida mais socorrer as almas do purgatório, Deus fará com que seja também socorrido por outro, quando estiver lá no meio daquelas chamas.

22. A Santa Missa pelas almas do purgatório

Um grande sufrágio pelas almas do purgatório é participar da Santa Missa, e nela recomendá-las a Deus, pelos merecimentos da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo, dizendo: Eterno Pai, eu vos ofereço este sacrifício do Corpo e Sangue de Jesus Cristo com todas as dores que sofreu em sua vida e morte e, pelos merecimentos de sua Paixão, recomendo-vos as almas do purgatório e especialmente as de… É ato também de muita caridade recomendar, ao mesmo tempo, as almas de todos os agonizantes.

24 comentários em “Rezar pelas Almas

  • 6 de dezembro de 2011 em 15:58
    Permalink

    Que benção um blog sobre o Purgatório! Os fiéis católicos precisam entender mais! Eu tenho grande carinho por essas almas e rezo sempre que posso. Toda Santa Missa as coloco em minhas intenções! Deus seja louvado por vocês!

    Jane de Fátima

    Resposta
    • 8 de dezembro de 2011 em 18:00
      Permalink

      Cara Jane,
      Seu entusiasmado comentário nos serve de belo incentivo!
      Esperamos sempre poder disponibilizar o melhor da doutrina católica aos fiéis.
      Que os Sagrados Corações de Jesus e Maria a mantenha sempre junto d’Eles!
      Abraço fraternal!
      Marcos

      Resposta
      • 8 de Janeiro de 2015 em 20:47
        Permalink

        Há 2 anos sou devoto das almas do purgatório, e creio fielmente que o purgatório existe. Jesus disse: “em verdades vos digo, não sairás de lá enquanto não pagares o último centavo”.

        Resposta
  • 6 de Fevereiro de 2012 em 15:44
    Permalink

    Sou devota das Almas do Purgatório, porém leiga e o blog serviu para melhorar meus conhecimentos e aumentar minhas orações e fé.
    Parabéns!!!
    Que Deus os conservem assim.
    Andréa – Maceió/AL

    Resposta
    • 7 de Fevereiro de 2012 em 17:50
      Permalink

      Cara Andréa,

      Obrigado por seu comentário! É uma alegria para nós contar com sua visita e participação. Esperamos sempre disponibilizar novidades a respeito da doutrina cristão sobre o purgatório.

      Que a Divina Providência a favoreça com especiais graças!

      Abraço fraternal!

      Marcos

      Resposta
      • 15 de Abril de 2015 em 06:36
        Permalink

        Rezar pelas Almas do Purgatório é um grandíssimo ato de caridade que tem seu retorno.

        Resposta
  • 14 de Fevereiro de 2014 em 17:42
    Permalink

    Esse texto, me fez entender mais sobre o purgatório, percebi a importância da nossa oração para as almas. Sempre que estou em oração rezo por elas, mas agora vou fazer sacrificio para a salvação das almas.

    Resposta
  • 28 de julho de 2014 em 14:42
    Permalink

    Sempre rezo o terço todos os dias e no último mistério peço pelas almas que estão no purgatório, e acendo uma vela todas as segundas-feiras por elas. Pelas almas que estão mais próximas de verem a Deus e aquelas que estão as portas do inferno que sejam conduzidas as portas do Céu. Almas de toda humanidade, aquelas que morreram queimadas, enforcadas, assassinada e afogadas. Também, aquelas que morreram vitimas de violência e crueldade. Pelas que estão dentro de hospitais ou em casa padecendo de doenças incuráveis que dão a elas uma boa hora, e sejam nossa intercessora junto a Jesus Cristo e Maria Santíssima, Nossa Mãe Maior.

    Resposta
  • 15 de Abril de 2015 em 05:37
    Permalink

    Rezar pelas almas do purgatório é um grande ato de caridade, especialmente oferecer e participar da santa missa por elas, que intercederão por nós, que ainda peregrinamos nessa terra tão pecaminosa.

    Resposta
  • 15 de setembro de 2015 em 20:15
    Permalink

    Sou devota das almas do purgatório e gostei muito do seu site! Parabéns! O conteúdo das matérias publicadas são de altíssimo nível, gostei muito, ganhastes uma fiel seguidora! “Dai-lhes Senhor o eterno descanso e a luz perpétua as ilumine”! Amém!

    Resposta
    • 27 de setembro de 2015 em 11:19
      Permalink

      Prezada Kátia!
      Paz e bem!

      Muito obrigado pelo contato! Ficamos muito felizes com a sua mensagem. Esperamos sempre contar com a sua visita!

      Caso deseje, para ser membro de nossa confraria, basta enviar o seu nome, cidade, estado, e-mail e data de nascimento. A condição é simples: comprometer-se a rezar todos os dias pelas almas benditas. A oração ou orações ficam a seu critério.

      Que Nossa Senhora a mantenha sempre junto d’Ela!

      Abraço fraternal!

      Em Jesus e Maria

      Marcos A. Fiorito

      Resposta
  • 12 de outubro de 2015 em 23:13
    Permalink

    Boa noite! Gostei muito dos ensinamentos sobre o assunto. Há pouco tempo comecei a orar pelas almas do purgatório, mas quero fazer mais por elas.

    Resposta
    • 13 de outubro de 2015 em 10:03
      Permalink

      Cara Vilma!
      Paz e bem!

      Ótima disposição sua em rezar e ainda querer fazer muito mais pelas almas benditas. Oxalá todos os cristãos pensassem assim!

      Que Deus a mantenha sempre ao lado d’Ele!

      Abraço fraternal!

      Em Jesus e Maria

      Marcos

      Resposta
  • 18 de outubro de 2015 em 15:20
    Permalink

    Rezar pelas Almas do Purgatório é um grandíssimo ato de caridade para com os nossos irmãos e irmãs falecidos.

    Resposta
  • 30 de outubro de 2015 em 09:12
    Permalink

    Rezar pelas almas do Purgatório é um grandíssimo ato de caridade, e elas intercederão por nós junto a Deus. São almas que tanto almejam a visão de Nosso Senhor, mas que por seus méritos não conseguem; então confiam nas nossas orações de intercessão.

    Resposta
  • 15 de novembro de 2015 em 21:38
    Permalink

    O Senhor direcionou-me para este blog; eventualmente, venho rezando pelas almas do purgatório, mas, agora sinto-me motivado e como cristão quero vivenciar as orações pertinentes e tão bem exortadas por Cristo Jesus através das obras de misericórdia espirituais. Rezarei, diariamente, de hoje em diante pelas almas dos meus familiares, conhecidos e as demais almas. PAZ, BEM e MISERICÓRDIA.

    Resposta
  • 7 de dezembro de 2015 em 09:18
    Permalink

    Rezemos sempre pelas almas do purgatório, que tanto anseiam nossos sufrágios… Sempre e durante o dia.

    Resposta
  • 1 de Fevereiro de 2016 em 10:40
    Permalink

    Rezar sempre pelas almas do purgatório é um grande ato de justiça e caridade. São nossos irmãos e irmãs que sofreram na vida as adversidades diabólicas, vitimas do maligno. Elas esperam pelas nossas orações, pois estamos em comunhão com ela por meio da Santa Mãe Igreja, e por Ela tanto são amadas, e não cessa de orar por elas. Rezemos frequentemente pelas almas do purgatório, pois quando elas estiverem livres da prisão em que se encontram, intercederão por nós ao Senhor pelos benefícios que lhe concedemos. Não esqueçamos nunca dessas almas do purgatório, que são santas e esperam cumprir a pena o quanto antes, para serem acolhidas na Reino do Senhor, no convívio dos Santos.

    Resposta
  • 5 de Fevereiro de 2016 em 15:11
    Permalink

    Rezar pelas almas do purgatório é pra mim um ato de amor pelo próximo que devemos ter. Amém.

    Resposta
  • 3 de Março de 2016 em 14:58
    Permalink

    Rezar pelas Almas do Purgatório é um dever de todo cristão, pois essas almas esperam pelas nossas orações para chegarem na gloria do Senhor.

    Resposta
  • 26 de Março de 2016 em 08:49
    Permalink

    Sou devota das almas desde criança e rezo diariamente para que alcancem o Céu. Várias vezes já alcancei graças em casos difíceis. Todo cristão deve interceder pela salvação das benditas almas.

    Resposta
  • 7 de outubro de 2016 em 11:22
    Permalink

    Bom dia! Sou um devoto das Santas Almas desde que li pela primeira vez o livro “Manuscrito do Purgatório”, de autoria da Irmã Maria da Cruz, aprovado pela Igreja. Costumo sempre oferecer também os nomes de almas para a Associação Rorate Caeli, uma organização internacional de 70 sacerdotes católicos, que celebram missas tradicionais / tridentinas toda semana em favor das almas inscritas. Rezemos e sufraguemos as almas do Purgatório, em especial as almas sacerdotais e religiosas, que têm o Purgatório mais terrível. Louvado seja Jesus.

    Resposta
  • 8 de dezembro de 2016 em 18:13
    Permalink

    Olá! desde pequena era fascinada pelas historias que ouvia sobre as almas. Quando adolescente, de uma maneira errônea achei que a doutrina espírita era a verdadeira religião, e que não tinha importância manter-me na igreja católica e ser espirita. Somente após um “encontro” com Jesus, a venda de meus olhos caíram e passei a conhecer verdadeiramente a doutrina da minha igreja. Lendo o catecismo conheci a verdade sobre o purgatório; automaticamente me senti atraída e verdadeiramente identificada. A partir dai rezo todos os dias pelas benditas almas, das quais considero amigas e me reúno com outras amigas das almas em minha comunidade, para rezarmos na casa de Deus, por elas. Cada dia mais amo as almas e peco a Deus que não me deixe passar um dia sem ao menos fazer memória a elas! Temos que difundir as verdades de fé católica e propagar às pessoas a necessidade de rezarmos pelas almas, tão necessitadas de nosso auxilio e orações. Gostei muito desse site e espero aprender muito com todos vocês aqui. Que Deus nos abençoe. Amém!

    Resposta
  • 29 de Abril de 2017 em 17:21
    Permalink

    Sou devoto das almas do purgatório. Existe uma oração para as almas do purgatório: Terço do Amor, mas para comentar
    e necessário autorização do site.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: