Não desanimemos por causa de nossos pecados

Um piedoso eclesiástico estava a fazer o seu retiro sob a direção do Padre Rothaan. No meio dos santos exercícios, o ilustre jesuíta foi subitamente chamado a Roma, onde, logo depois, devia ser eleito Geral da sua Companhia. Tinha-se já despedido dos seus irmãos e posto a caminho quando, retrocedendo dum golpe, entra no quarto daquele exercitante, e diz-lhe: “Senhor padre, ia-me esquecendo duma recomendação de suma importância: suceda-vos o que sempre suceder, não desanimeis nunca!”

Palavra de ouro! A quantas almas seria necessário dizê-la e torná-la a dizer! S. João Crisóstomo não se cansava de repetir: “Não desespereis! Dir-vo-lo-ei em dos os meus discursos, em cada uma das nossas entrevistas, e, Se me escutardes, ficareis curados!… Tem nossa salvação dois inimigos mortais: a presunção inocência e a desesperação depois da queda; mas este último é o mais terrível”. Com efeito, “é pela esperança que nós somos salvo” (Rom 8,24).

Fonte: A arte de se aproveitar das próprias faltas segundo São Francisco de Sales. Pe. José Tissot. Editora Vozes LTDA, 1964. Petrópolis, RJ.

Deixe uma resposta

CAMPANHA PELAS ALMAS DO PURGATÓRIO!!!

LIVRO IMPRESSIONANTE SOBRE O PURGATÓRIO ACABA DE SER

TRADUZIDO PARA O PORTUGUÊS

 

Na compra do livro, você estará colaborando com a
oferta de Mil Missas pelas Santa Almas! Saiba mais!

 

CAMPANHA PELAS ALMAS DO PURGATÓRIO!!!

LIVRO IMPRESSIONANTE SOBRE O PURGATÓRIO ACABA DE SER

TRADUZIDO PARA O PORTUGUÊS

Na compra do livro, você estará colaborando com a
oferta de Mil Missas pelas Santa Almas! Saiba mais!

 

%d blogueiros gostam disto: