Manuscrito do Purgatório – Continuação Post 16

1879

photo credit: wallyg via photopin cc
photo credit: wallyg via photopin cc

(Retiro de setembro) — Nós vemos São Miguel como se vêem os Anjos, eles não têm corpo. São Miguel vem ao purgatório buscar todas as almas que já estão purificadas porque é ele quem as conduz ao Céu. Sim, é verdade, ele está entre os Serafins, como me disse Monsenhor. É o primeiro Anjo do céu. Nossos Anjos da Guarda vêm também nos ver, mas São Miguel é muito mais belo do que todos eles! Quanto à Santíssima Virgem, nós a vemos com o seu corpo. Ela vem ao purgatório nas suas festas e volta para o céu com muitas almas. Enquanto Ela está conosco, não sofremos. São Miguel a acompanha, mas enquanto São Miguel está só, nós sofremos como sempre.

Quando eu vos falei do grande, e do segundo purgatório, era, para vos fazer compreender. Eu queria dizer que há diferença de graus no purgatório. Assim, eu chamo o grande purgatório, o lugar onde estão as almas mais culpadas, onde eu fiquei dois anos, sem poder dar nenhum sinal dos meus tormentos, pois no ano em que eu comecei a me queixar que eu ainda estava no grande purgatório quando comecei a vos falar.

No segundo purgatório, que é sempre o purgatório, mas que, no entanto, é diferente do primeiro, sofre-se também, porém menos do que no primeiro purgatório.

Finalmente, há um terceiro lugar que é o purgatório do desejo. Lá não há fogo. Lá estão as almas que não desejaram bastante o céu e que não amaram bastante a Deus neste mundo. Eu estou agora lá neste momento.

Nestes três purgatórios, há ainda graus. À medida que uma alma se purifica, sofre menos, e já não sofre os mesmos tormentos. Tudo está em proporção às faltas que deve expiar.

O Retiro foi bom. Há de produzir muitos frutos. O diabo é que não está contente.

O bom Deus ama muito o Padre que vos pregou o retiro.

Dizei ao bom Padre que eu agradeço o “Memento” que prometeu rezar por mim na Santa Missa. Da minha, parte não serei ingrata. Pedirei a Deus que lhe conceda as graças de que ele necessita.

Fizestes muito bem em lhe dizer esta tarde tudo que vos disse. Foi São Miguel quem vo-lo enviou. A Comunidade aproveitou, mas ele veio aqui principalmente para vós. São Miguel, a quem amais e que vos protege, quis que fosse um dos seus missionários que soubesse tudo o que vos disse. Deus tem desígnio nisto. Conhecereis mais tarde. Mais tarde também podereis lhe dar algumas novas mais precisas sobre São Miguel.

Vós me perguntais se o Padre P. é agradável a Deus? Eis o que deveis lhe dizer: que ele continue a proceder como o fez até aqui. O que Deus mais gosta nele é a sua pureza de intenção, o seu espírito interior e a grande bondade para com as almas. Dizei-lhe que ele continue a se unir mais ao Coração de Jesus. Quanto mais íntima for esta união, mais a sua vida toda será proveitosa e suas ações serão proveitosas para as almas e meritórias para o céu.

Eu não espero dele uma perfeição comum. Que ele recomende nas missões e retiros, o oferecimento das ações do dia, porque no mundo, e mesmo nas comunidades não se pensa bem nisto, e muitas ações boas não terão recompensa no último dia porque não foram oferecidas a Deus antes de serem executadas. Que ele não perca nunca a coragem, embora veja que seus esforços não produzem o que deseja. Pense ele que Deus fica satisfeito com seus trabalhos, ainda que tenha conseguido dar a um coração um quarto de hora de amor de Deus que seja.

Pedi muito por mim, a fim de que logo alcance o objeto de meus longos e tão grandes desejos. Eu vos hei de ser muito mais útil no céu do que aqui. Tivestes um bom pensamento de me convidar no encerramento do retiro para adorar Jesus presente em vosso coração durante a ação de graças depois da Comunhão. Se já o tivésseis feito até agora, eu teria tido muito mais alivio. Fazei também assim antes de todas as vossas orações. Depois oferecereis um pouco do vosso trabalho por mim, eu tenho um desejo tão grande de ver a Deus!

Eu espero, há muito tempo, um pouco mais de amor em tudo o que fazeis. Quanto mais uma alma ama a Jesus, tanto mais as suas orações e ações são meritórias diante dele. No céu só o amor é que há de ser recompensado. Tudo o que for feito com outra intenção será nulo e por conseguinte, perdido. Amai então a Jesus como Ele quer ser amado, com isto eu sinto um grande alívio.

– Deus está um pouco mais contente comigo nestes dias?

Resposta: — Sim, Ele está muito contente convosco porque lhe procurastes agradar mais. Já notastes como Ele é bom? Não vos deu tanto prazer também nestes dias? Pois bem, eis como Ele há de proceder sempre para convosco. Quanto mais fizerdes por Ele, mais Ele fará por vós. Sou tão feliz ao ver que realmente quereis trabalhar para a vossa perfeição, e se fosse preciso ficar mais tempo no purgatório eu o faria de boa vontade, se soubesse que por este sofrimento alcançaria que chegásseis ao estado em que Deus vos quer ver para cumprir os desígnios que tem sobre vós.

Comentar!

Veja também: Manuscrito do Purgatório – Continuação Post 15

Deixe uma resposta

CAMPANHA PELAS ALMAS DO PURGATÓRIO!!!

LIVRO IMPRESSIONANTE SOBRE O PURGATÓRIO ACABA DE SER

TRADUZIDO PARA O PORTUGUÊS

 

Na compra do livro, você estará colaborando com a
oferta de Mil Missas pelas Santa Almas! Saiba mais!

 

CAMPANHA PELAS ALMAS DO PURGATÓRIO!!!

LIVRO IMPRESSIONANTE SOBRE O PURGATÓRIO ACABA DE SER

TRADUZIDO PARA O PORTUGUÊS

Na compra do livro, você estará colaborando com a
oferta de Mil Missas pelas Santa Almas! Saiba mais!

 

%d blogueiros gostam disto: