Rainha do céu e da terra!

Deus amou a Santíssima Virgem mais que a todos os anjos e santos e que a qualquer outra criatura humana que houve, há e haverá sobre a terra.

Escolheu-a desde sempre e a predestinou para trazer em si ao Verbo de Deus humanado.

Fê-la cheia de virtudes, ao ponto do arcanjo a proclamar cheia de graça!

Como Deus recompensa suas criaturas segundo seus méritos, conforme o grau de santidade de cada alma, assim será no céu a sua glória. Pensemos no mar profundo, verdadeiramente imenso e, para nós, incomensuravelmente infinito… assim são os méritos de Nossa Senhora!

Crê a Santa Igreja que passada a sua santa e tranquila morte, ao subir ao céu de corpo e alma, Nossa Senhora recebeu sua homenagem de todos os habitantes do céu e da Santíssima Trindade a sua tríplice coroa – de poder, sabedoria e amor!

No dia 31 de maio a Santa Igreja convida-nos a meditar nas excelências das virtudes de Nossa Senhora para bem imitá-las. Imitar com profunda humildade e reconhecimento de nossas limitações e pequenez, mas certos da ajuda da Graça para alcançar merecermos ser chamados de filhos e imitadores da Santíssima Virgem. Convida-nos a ver cumpridas em Nossa Senhora as palavras que Ela mesma pronunciou ao cantar o Magníficat, ao dizer que os humilhados serão exaltados.

Deus amou a Santíssima Virgem mais que a todos os anjos e santos e que a qualquer outra criatura humana que houve, há e haverá sobre a terra.

Escolheu-a desde sempre e a predestinou para trazer em si ao Verbo de Deus humanado.

Fê-la cheia de virtudes, ao ponto do arcanjo a proclamar cheia de graça!

Como Deus recompensa suas criaturas segundo seus méritos, conforme o grau de santidade de cada alma, assim será no céu a sua glória. Pensemos no mar profundo, verdadeiramente imenso e, para nós, incomensuravelmente infinito… assim são os méritos de Nossa Senhora!

Crê a Santa Igreja que passada a sua santa e tranquila morte, ao subir ao céu de corpo e alma, Nossa Senhora recebeu sua homenagem de todos os habitantes do céu e da Santíssima Trindade a sua tríplice coroa – de poder, sabedoria e amor!

No dia 31 de maio a Santa Igreja convida-nos a meditar nas excelências das virtudes de Nossa Senhora para bem imitá-las. Imitar com profunda humildade e reconhecimento de nossas limitações e pequenez, mas certos da ajuda da Graça para alcançar merecermos ser chamados de filhos e imitadores da Santíssima Virgem. Convida-nos a ver cumpridas em Nossa Senhora as palavras que Ela mesma pronunciou ao cantar o Magníficat, ao dizer que os humilhados serão exaltados.

Rainha do céu e da terra, rogai por nós.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: