A mística que viveu 32 anos da Sagrada Comunhão

Teresa Neumann nasceu na Baviera, em 1898, na cidade de Konnersereuth.

Foi dotada de fenômenos místicos durante sua vida, principalmente pela presença das chagas de Nosso Senhor Jesus Cristo em suas mãos, pés e costas, que se abriam às quintas feiras num fenômeno cientificamente inexplicável.

Teresa viveu 32 anos de sua vida consumindo apenas a Sagrada Comunhão. Nosso Senhor Jesus Cristo era seu único alimento para o corpo e a alma. Teresa sempre praticou os trabalhos domésticos com todo vigor e pesou 55 kg durante toda a sua vida, o que intrigava os médicos de sua época pela falta de alimentos que a fizesse suportar a jornada diária. Desde 1926 ela também deixou de ingerir líquidos.

Ela esteve submetida à duras investigações científicas, ficando muito tempo em observação médica, confundindo toda a ciência de sua época!

Durante o tempo em que permanecia a Sagrada  comunhão em seu corpo, Teresa permanecia bem, mas, se ultrapassasse 24 horas sem comungar, perdia as suas forças e parecia que chegava ao fim de sua vida, mas logo após comungar, revitalizava-se.

Frequentemente a mística alemã recebia a sagrada comunhão em êxtase, impressionando a todos os assistentes.

A vida penitente de Teresa é testemunho dos efeitos fortificantes à fé da Sagrada Eucaristia, fonte de vida para nós católicos.

Teresa faleceu em 1962, em odor de santidade e recebeu da Santa Igreja o reconhecimento de sua vida de virtudes.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: